Presidente do Sindaftema discute demandas do fisco nacional durante reunião da Fenafisco.

Raymundo Emídio participou na tarde desta quinta-feira (28/05), de um encontro virtual da Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital (Fenafisco) com dirigentes sindicais dos fiscos estaduais filiados à federação para deliberar sobre assuntos de interesse do fisco e do serviço público.

Durante a reunião feita por videoconferência, foi dada continuidade à 72ª Reunião Ordinária do Conselho Deliberativo da Fenafisco, iniciada em 15 de abril e suspensa naquela data, devido a não conclusão do parecer do Conselho Fiscal acerca da avaliação de documentos e dos demonstrativos financeiros da entidade, e também realizada a 202ª Reunião Extraordinária do Conselho Deliberativo da Fenafisco (RECD).

72ª Reunião Ordinária do Conselho Deliberativo da Fenafisco.

A reunião analisou a prestação de contas da diretoria no exercício de 2019, o orçamento de 2020 e discutiu ainda o Plano de Ação Política da Federação.

202ª Reunião Extraordinária do Conselho Deliberativo da Fenafisco (RECD).

Na ocasião, os dirigentes decidiram propor em conjunto com outras entidades, três Ações Diretas de Inconstitucionalidade perante o STF para contestar dispositivos que prejudicam o serviço público na lei de socorro aos estados e municípios, em especial, o congelamento dos salários dos servidores municipais, estaduais e da União até o fim de 2021.

Também foi sugerida uma ação judicial contra o ministro da Economia, Paulo Guedes que tem feito declarações ofensivas contra os servidores públicos, inclusive, durante a pandemia.

Cenário nos estados.

No encontro, os representantes sindicais também discutiram a situação fiscal de seus estados durante a pandemia e o funcionamento dos sindicatos, bem como propostas em andamento nas assembleias legislativas envolvendo os servidores públicos.

Ascom / Sindaftema.

top