Em Assembleia Geral Ordinária Virtual, filiados aprovam a prestação de contas e orçamento financeiro do Sindaftema.

O Sindaftema realizou nesta sexta-feira (26/02), a Assembleia Geral Ordinária que apresentou a Prestação de contas de 2020 e a previsão orçamentária para o ano de 2021.

A reunião aconteceu por meio de videoconferência e contou com a presença do membro do Conselho Fiscal, Gustavo Victorio, do responsável pela contabilidade do Sindaftema, José Raimundo Amorim, do advogado do sindicato, Pedro Duailibe, além do presidente do Sindaftema, Raymundo Emídio.

 

Gustavo Victorio apresentou na assembleia o parecer do Conselho Fiscal que analisou e atestou a exatidão dos seguintes lançamentos contábeis de 2020: Orçamento Aprovado, Orçamento Executado, Remanejamento Orçamentário com Nota Explicativa, Balanço Patrimonial, Demonstração do Resultado do Exercício e os Livros Diário e Razão.

Em seguida, o contador do sindicato, José Raimundo Amorim, fez os devidos esclarecimentos dos relatórios contábeis. Após as explicações, a reunião foi aberta para discussão dos filiados e em seguida, para votação. A prestação de contas foi aprovada pela maioria.

Aprovada a prestação de contas, o conselho fiscal, passou a palavra para o presidente do Sindaftema, Raymundo Emídio, que apresentou aos filiados o orçamento da entidade para o exercício financeiro de 2021. A previsão orçamentária foi colocada em votação e também foi aprovada pela grande maioria.

A reunião foi encerrada com os esclarecimentos do advogado Pedro Duailibe, sobre os processos judiciais do Sindaftema, em especial, a ação dos 6,1%. Segundo Pedro Duailibe, a implantação do percentual está dependendo do julgamento do agravo de instrumento apresentado pelo Governo do Estado, que contestou a execução da obrigação de fazer (implantação).

Ascom / Sindaftema.

Posts Relacionados